PRÊMIO ENERGISA ARTES VISUAIS

Energisa

Marlene Almeida

Foto de Marlene Almeida

Bananeiras-PB, 1942. Vive e trabalha em João Pessoa.

Artista visual e restauradora. Graduação em Filosofia (UFPB); cursos de Pintura, desenho e escultura (Coex/UFPB). Desenvolve pesquisa sobre a manufatura de tintas à base de pigmentos e resinas naturais. Em paralelo à produção artística, preside a Associação dos Artistas Plásticos Profissionais da Paraíba (1981-1983). Ministra cursos sobre pigmentos e resinas naturais (Festival Nacional das Mulheres nas Artes; Festival de Verão de Petrõpolis; MAM Rio). Em 1994, fundou o Centro de Artes Visuais Tambiá-CAVT, para desenvolver atividades de ensino de artes e intercâmbio com outros países. Exposições: Galeria Tomás Santa Rosa (Funcep, João Pessoa, 1979); Terra (Decom/UFPB, 1983); Da esperança a ser reinventada (Galeria Gamela, 1983); Fruto da terra (Escolinha de Arte do Recife; Galeria Gamela, João Pessoa, 1984); Museu de Arte da Bahia (Salvador, 1985); A cor da terra (Fundação Cultural, Brasília, 1986); Galeria Ars Artis (São Paulo, 1987); Museu da Universidade do Pará (Belé, 1987); Paço das Artes (São Paulo, 1987); Paisagem para Schenberg (Galeria Gamela, 1990); Corpus Terrae (NAC/UFPB; Galeria Unter dem Wasserturm, Alemanha, 1997); Passatempo (Centro Cultural São Francisco, 1999); Brasilien in Barsikow (Galerie Barsikow, Bradenburgo/Alemanha, 2000); Zeit vergeht (ICBRA, Berlim, 2000); Passatempo (Valu Oria Galeria de Arte, São Paulo, 2000).

Voltar